junho 19, 2021

A décima segunda edição da FITITEL (Feira de Tecnologia e Inovação) arrancou ontem, 17 de Maio, no parque do saber, bairro dos CTT KM7. O evento organizado pelo Instituto de Tecnologias de Luanda (ITEL) decorre de 17 a 19 de Maio e os vencedores serão agraciados com material tecnológico ofertados pela empresa multinacional ITA (Internet Tecnologies Angola).

O certame aberto ontem pelo Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, concentra no mesmo espaço professores, alunos e empresas do sector tecnológico, sendo um momento importante para os estudantes do ITEL, bem como para as empresas, que optam por recrutar jovens talentos na área da inovação tecnológica.

No quadro da parceria com o ITEL, a Internet Technologies Angola(ITA) disponibilizou meios tecnológicos para auxiliar e incentivar os estudantes com melhores projectos a darem seguimento as actividades de pesquisa e inovação.

Segundo o director geral da ITA, eng. Francisco Pinto Leite, este apoio reitera o engajamento da empresa no desenvolvimento da literacia digital no seio da juventude estudantil e o reconhecimento do excelente esforço da Instituição (ITEL) na promoção da criatividade, inovação tecnológica e inclusão digital.

Com apresentações de projectos em áreas de design, programação e telecomunicações, a feira tem o apoio do Governo de Angola e do Ministério das Telecomunicações, Tecnologia de Informação e Comunicação Social.

A ITA é uma multinacional Fundada em 2005, como um provedor de serviços de Conectividade, Voz, Data Center e Cloud. A empresa opera em todo o país, com tecnologia Fibra, Wireless e Satélite, vocacionada para garantir serviços de excelência técnicas e humanas aos seus clientes e parceiros corporativos comprometidos com o desenvolvimento de Angola. Os seus serviços são sustentados por uma equipa altamente especializada, com uma forte experiência na implementação de soluções de telecomunicações em África. Alicerçada no conhecimento e boas práticas de padrões internacionais, a ITA está comprometida em fornecer o serviço mais fiável e a melhor assistência ao cliente.

Foi criado, em Decreto Presidencial, no início deste mês, o IMA (Instinto de Modernização Administrativa), com vista a assegurar o apoio tecnológico às iniciativas e projectos da Reforma do Estado.

A entidade criada, visa por outro lado, implementar uma outra dinâmica na gestão administrativa do Estado.

De acordo com o Decreto Presidencial N° 80/21, a entidade irá assegurar a transferência para o IMA de pessoal necessário em serviço vinculado ao INFOSI, na mesma situação, regime e categoria.

Dentre vários pontos, o Decreto descreve o Instituto ora criado como sendo:

• Um serviço especializado encarregue de elaborar e implementar as medidas de política de suporte à modernização administrativa, conceber e implementar o modelo de alinhamento entre a Governação Pública e a Governação Electrónica.

• É uma entidade revestida de natureza de Instituto Público dotado de autonomia administrativa, financeira e patrimonial.

Principais atribuições:

• Promover a concepção e assegurar a implementação da Plataforma de Interoperabilidade da Administração Pública.

• Participar na elaboração de Políticas de Segurança da Informação de suporte à Governação Electrónica e assegurar o cumprimento do Regulamento Geral de Protecção de Dados.

Com essa iniciativa, espera-se que as instituições do Estado, adoptem o uso de recursos tecnológicos para acelerar o tempo de respostas das necessidades dos utentes.

O empresário Max Hodak, sócio do bilionário Elon Musk, afirmou nesta semana em seu perfil no Twitter que poderia "criar novas espécies exóticas" de dinossauros em apenas 15 anos e provavelmente ainda "construir uma espécie de Jurassic Park".

"A biodiversidade é definitivamente valiosa; a conservação é importante e faz sentido. Mas por que paramos aí? Por que não tentamos mais intencionalmente gerar uma diversidade nova?", escreveu, sem entrar em detalhes sobre como o projecto se daria na prática.

Ao lado de Musk, Hodak fundou a empresa de neurotecnologia Neuralink, conhecida por colocar um chip de computador no cérebro de um porco.

Em um webcast, Musk mostrou o animal, chamado "Gertrude", com o implante neural do tamanho de uma moeda, cuja intenção da empresa é no futuro implantar em humanos.

A Neuralink está actualmente a trabalhar em uma tecnologia que visa permitir que as pessoas conectem seus cérebros a um computador e se tornem uma espécie de ciborgue. De acordo com Musk, ajudará os humanos a evitar serem ultrapassados no futuro pela inteligência artificial (IA).

Investigadores do Facebook estão a desenvolver uma pulseira "mágica" que permite uma ligação directa entre humanos e sistemas de computação sem intermediários como ratos, teclados ou ecrãs táteis.

A marca fez o anúncio num evento público no dia 18 de Março, explicando que o objecto vai captar impulsos do cérebro e poderá se chamar "clique inteligente", só não tem por enquanto uma data de lançamento. Apenas sabe-se que será lançado "no futuro". Porém, este pode estar mais perto do que esperamos, alerta a empresa.

O dispositivo irá controlar o futuro óculos de realidade aumentada da empresa. Ainda em fase de testes, o material poderá detectar sinais nervosos para interpretar gestos e movimentos complexos das mãos.

Mas ainda há um longo caminho para serem uma realidade. A expectativa da empresa é que levem até dez anos para que óculos e pulseiras com esta tecnologia façam parte do dia-a-dia das pessoas.

"Decidimos compartilhar abertamente essa pesquisa porque queremos ser transparentes para que as pessoas possam falar quais são as suas preocupações com essas tecnologias", disse Sean Keller, director de pesquisa em ciências do Facebook.

O seu "click" poderá ser reconhecido pelo acessório e o utilizador conseguirá navegar na internet apenas com comando feitos pelas mãos. Com o uso em conjunto com óculos de realidade aumentada, e tudo será visualizado instantaneamente, sem a necessidade de outras telas, como computadores ou smartphones.

Em relação aos smartphones, o Facebook destaca que a pulseira tem a vantagem de estar sempre disponível, sem precisar de carrega-lo no bolso, e assim evitar o contacto directo com algum tipo de superfície.

O Campeonato Mundial de Empreendedorismo ou Entrepreneurship World Cup (EWC), maior ecossistema global do segmento, recebe inscrições de 08 a 26 de Março de 2021. A iniciativa que combina uma competição de pitch com acesso a uma plataforma global com recursos de treinamento virtual, mentoria, conexões valiosas, possibilidade de investimento e uma série de oportunidade de prémios que mudam vidas, é gratuita e está aberta para todas as pessoas que possuem uma equipa e um projeto de inovação, seja ele em estágio de ideação ou de crescimento.

O programa visa estimular qualquer pessoa, em qualquer lugar, a dar início ou expandir um negócio, e promover uma colaboração transfronteiriça entre empresários, investidores, pesquisadores, formuladores de políticas e organizações de apoio ao empreendedor.

Possibilitará ainda aos candidatos apresentarem as suas ideias para o mundo, e aos vencedores globais, lhes serão oferecidos US $ 75 milhões em prémios divididos em várias premiações, desde treinamentos, recursos, conexões, orientações, oportunidades de investimento, aceleração e um total de US $ 1 milhão em dinheiro para os vencedores do campeonato e das diferentes categorias.

Em Angola, é organizado pela primeira vez pela Acelera Angola, instituição que tem como missão contribuir para o crescimento económico e tecnológico do ecossistema de empreendedorismo, apoiando e investindo no desenvolvimento de pequenos negócios que estejam em fase inicial e não só, com potencial para o crescimento e diversificação da Economia, ajudando-os a obter investimento ou a atingir o seu ponto de equilíbrio, para que se possam lançar no mercado e se auto sustentar, visando inspirar e empoderar os empreendedores e promover o talento angolano. Segundo a equipa de Organização do evento, a importância de participar de um evento dessa dimensão: “Vai permitir destacar o espírito de resiliência na apresentação de ideias inovadoras e transformadoras que terão acesso a uma rede global de contactos e oportunidades, que poderão permitir alcançar a escala de outro tipo de recursos e possivelmente colocar Angola no mapa mundial com alguns vencedores através de iniciativas de inovação e empreendedorismo
com impacto. Será a primeira edição e queremos desafiar a todos para inscrição e acompanhar o concurso.”

O Campeonato Mundial de Empreendedorismo não seria possível sem a liderança do Misk Global Forum em conjunto com a Global Entrepreneurship Network (GEN) e o apoio de parceiros globais como a Global Educational and Leadership Foundation (tGELF) e um grupo de outros parceiros regionais e nacionais. A inscrição para o campeonato pode ser feito acessando o seguinte website: https://entrepreneurshipworldcup.com/

Pág. 1 de 3
© 2021 Portal de T.I Todos Direitos Reservados | Telefone: +244930747817 | E-mail: info@portaldeti.com