junho 19, 2021

"Sol artificial" chinês bate novo recorde mundial de temperatura

By junho 04, 2021
"Sol artificial" chinês bate novo recorde mundial de temperatura Imagem: D.R

A China atingiu um novo recorde mundial ao manter o seu reactor de fusão Tokamak (Supercondutor Avançado Experimental), que opera como um "Sol artificial", a uma temperatura de 120 milhões de graus Celsius durante 101 segundos e 160 milhões de graus Celsius por 20 segundos.

Este reactor nuclear foi activado com sucesso pela primeira vez no dia 4 de Dezembro de 2020 e tem potencial para alcançar temperaturas dez vezes mais altas que o sol com o objectivo de produzir energia a partir da fusão nuclear.

"É uma grande conquista nos campos da física e da engenharia chinesa", afirma Song Yuntao, director do Instituto de Física Plasmática da Academia Chinesa de Ciências.

"O sucesso da experiência é a base para a China construir a sua própria estação de energia de fusão nuclear", completou.

A marca coloca os chineses mais próximos de descobrir como produzir energia limpa e ilimitada através da fusão nuclear, o mesmo processo que ocorre no coração das estrelas. Apesar da complexidade das pesquisas, esse avanço do reactor é a superação de um grande desafio e está sendo muito comemorado.

"É uma tecnologia do futuro que poderá impulsionar o desenvolvimento verde da China", disse o director do Centro Chinês de Pesquisa em Economia de Energia da Universidade de Xiamen, Lin Boqiang.

Moreira Bastos

É um jornalista que procura actualizar-se sobre novas tendências tecnológicas. Defende que as TICs revolucionaram a forma de fazer comunicação e neste aspecto, é mais fácil informar e mostrar o leitor sobre as suas vantagens.

© 2021 Portal de T.I Todos Direitos Reservados | Telefone: +244930747817 | E-mail: info@portaldeti.com