janeiro 25, 2021

O Gmail do Google foi hackeado na segunda-feira (14), o que levou o soar do alerta aos usuários sobre a violação massiva de dados, depois que os serviços do Google caíram para milhões de pessoas em todo mundo.

A confirmação do ataque, veio do Will Geddes, especialista em segurança e CEO da International Corporate Protection Group, que alertou sobre uma possível sabotagem do Gmail por parte dos hackers.

"O céu é o limite para qualquer um que conseguir hackear o serviço, podendo roubar dados ou mesmo baixar servidores de contas de Gmail, incluindo credenciais para fazer login desses emails" disse Geddes.

Lembrar que o acidente mundial dos serviços, deu-se quando serviços do Google, incluindo YouTube, Google Meeting, Hangouts, Google Maps, Google Docs, Google Drive e Google agenda ficaram offline em uma grande interrupção que dorou cerca de 40 minutos.

Actualmente a empresa, já encontra-se recuperada do acidente e garante que vai reunir esforços de modo a evitar casos semelhantes futuramente.

 

Fonte: Express

A empresa Google, lançou recentemente a sua mais nova versão 88 do Google Chrome em beta.

A versão beta do Chrome 88 possui uma nova API chamada Digital Goods, que promete facilitar a gestão e compra de bens digitais em aplicativos web. O novo sistema funciona em conjunto com a ferramenta de pagamento do Android, que é utilizada para realizar transacções.

Esta nova ferramenta de pagamento do Android, é necessária para que aplicativos web consigam realizar vendas por meio da Play Store, já que, assim como na loja da Apple, meios de pagamentos externos são proibidos na plataforma. "Sem isso, os websites que vendem bens digitais não podem ser instalados pela Play Store", explica a Google.

A versão 88 do Chrome, também traz consigo a melhoria do modo escuro. Agora a interface amiga dos olhos também pode ser aplicada em mais partes da página, como na barra de rolagem e controlos. A versão conta também com o aprimoramento para efeitos de realidade aumentada.

A versão em beta também continua os planos da Google para encerrar o suporte para FTP. Após iniciar a remoção de suporte com o Chrome 72, a nova edição de testes começa o processo para desactivação completa do padrão no navegador. "No Chrome 88, todo o suporte a FTP está desactivado", explica a companhia.

Actualmente, já se encontra disponível a versão 88 do Chrome para efeitos de downloads, tanto para Android bem como para PC.

 

Fonte: Chromium

O Google lançou ontem (04) o Document AI (DocAI), uma plataforma que faz o processamento de documentos hospedados no Google Cloud. O Document AI utiliza inteligência artificial (IA) para fazer a leitura de documentos digitais, transformando o conteúdo dos arquivos em uma rede de dados que pode ser usada posteriormente.

De acordo com o gerente de produto do Google, Lewis Liu, e o gerente de marketing de produto, Yang Liang, a plataforma deve beneficiar as companhias que precisam extrair manualmente dados de documentos complexos em grande escala, uma vez que a proposta do DocAI é otimizar e agilizar esse processo de extração de dados.

“Acreditamos que qualquer empresa que precise extrair manualmente dados de documentos complexos em grande escala possa se beneficiar muito com a inteligência artificial do Google Cloud”, afirmam Lewis Liu, gerente de produto, e Yang Liang, gerente de marketing de produto, ambos em um comunicado oficial escrito para o blog do Google. A ideia é que dados estruturados oriundos de documentos arquivos possam ser empregados para tomadas de decisões com base em insights estatísticos.

Uma amostra testada do sistema disponibilizado pelo Google, foi feita através de um documento para que a inteligência artificial analisasse. A eficácia do algoritmo é assombrosa: a solução foi capaz de identificar e listar campos como valor a ser pago, linha digitável, moeda, vencimento da fatura e outros detalhes em pouquíssimos segundos.

Aplicado em um ambiente profissional, tal poder computacional pode transformar uma colecção de documentos esquecidos em inteligência corporativa.Segundo estimativas feitas por um instituto norte-americano, as empresas estadunidenses gastam cerca de 20 dólares para armazenar um único documento em papel; em contrapartida, apenas 18% delas se consideram “paperless” (ou seja, a trabalhar apenas de forma digital).

O Document AI é uma plataforma na nuvem, fornecida através do Google Cloud, que pode ser usada gratuitamente por companhias de quaisquer portes para construir aplicativos internos de acordo com sua finalidade. Dotada de inteligência artificial, a solução é capaz de “ler” e “entender” o conteúdo de documentos digitais (nativos ou digitalizados), transformando seu conteúdo em vastos campos de dados que posteriormente podem ser encontrados com maior agilidade.

 

 

Fonte: Google Cloud

O Grupo de desenvolvedores do Google (GDG Cabinda) e a TchiowaHub realizam no dia 12 de Setembro de 2020 (Sábado) pelas 08:30, a primeira edição de um encontro para mulheres, com o tema mulheres, tecnologia e empreendedorismo, com o foco na abordagem da inclusão digital como empoderamento feminino e exploração de oportunidades de negócios. Actividade batizada por Women’s Tech and entrepreneurship (Mulheres, Tecnologia e empreendedorismo).

Segundo uma nota enviada ao Portal de T.I, a iniciativa visa gerar um debate no universo feminino sobre a importância daquilo que é a tecnologia para o empoderamento feminino, e abrir alas para que as mulheres associem-se mais a tecnologia, seus benefícios e valências ímpares com a criação de negócios rentáveis e no adicionar valor aos negócios já existente. Este evento é um convite para mentalização de que a tecnologia é também uma peça fundamental para a afirmação de uma mulher que tenha o objectivo de crescer a nível pessoal e profissional.

O Women’s Tech and Entrepreneurship foi criado com o intuito de poder ajudar as mulheres a associarem a tecnologia ao empoderamento feminino, sendo que o empreendedorismo também é parte deste mesmo processo de emancipação e empoderamento do género. As mulheres vão debater sobre aquilo que é a inclusão digital, e a importância que a tecnologia tem para o aprimoramento de habilidades, criação e gestão de pequenas, micro e médias empresas.

O encontro será abrilhantado pelas contribuições “LIVE” das oradoras (Keynote Speakers) Maria Pongue, Presidente da Câmara júnior internacional em Florianópolis, Elisa Capololo Coorganizadora do GDG Luanda e Líder/Embaixadora dos Women Techmakers Luanda e da Elizandra Santos Coach e Marketer.

O evento que terá lugar na Sede da TchiowaHub, será realizado no dia 12 de Setembro de 2020 das 08:30 até as 12:30.

O Women’s Tech and Entrepreneurship é um convite a reflexão das problemáticas que afectam o universo feminino. O objectivo principal deste evento é de motivar debates com intuito de gerar aprendizado e interesse sobre o empoderamento e emancipação da mulher. Sendo que não fica atrás o tópico do aprimoramento e melhoramento daquilo que é a mulher e suas habilidades e feitos.

O Google anunciou, durante a semana, a criação de um programa de cursos de 6 meses com o nível de licenciatura.

O programa denominado por Certificado de Carreira do Google, é um conjunto de cursos capazes de formar profissionais de alto nível em diversos sectores tecnológicos úteis para as empresas, sem a necessidade de frequentar uma universidade.

Segundo a Google, as oportunidades de carreira seriam de analista de dados a gerente de projecto, de designer de interface a especialista em suporte de TI. O objectivo do programa, é substituir o ensino tradicional, o que acabou gerando muita controvérsia em volta do projecto.

“Hoje o Google lançou um novo programa para novos empregos digitais para ajudar os americanos a voltarem ao trabalho, para quebrar as barreiras educacionais dando prioridade às habilidades, apoiando o cuidado de economia do país”, escreveu em sua conta Twitter o vice-presidente da empresa, Kent Walker.

A empresa já afirmou que, no momento da selecção dos futuros funcionários, a empresa aceitará o Career Certificate como um certificado universitário tradicional. Além disso, a empresa também promete acompanhar os alunos na busca pelo emprego ideal, mesmo fora do seu ecossistema.

“Aprenda as habilidades que precisa para iniciar ou avançar sua carreira em sectores de grande demanda. Esses certificados, criados pelo Google, te colocam em contacto com os melhores empregadores nacionais que procuram por funções relacionadas”, lê-se na descrição dos referidos cursos.

Os cursos estarão disponíveis a partir de Outubro, apenas para cidadãos dos Estados Unidos. Entretanto, representa uma novidade que pode abalar o sistema de ensino em todo o mundo.


Fonte: Suno 

Pág. 1 de 3
© 2020 Portal de T.I Todos Direitos Reservados | Telefone: +244930747817 | E-mail: info@portaldeti.com